5 dicas para segurança da sua empresa

5 dicas para segurança da sua empresa

Dica 1 – Invista em sistema de segurança

Há muitos métodos de segurança ligados à tecnologia que colaboram para a proteção local, tais como alarmes e câmeras dispostos tanto no ambiente externo (edifício comercial, estacionamento, portões) quanto no ambiente interno da empresa (salas e compartimentos diversos); fechaduras e controle de acesso biométrico em entradas e saídas objetivando vigiar passagens de estranhos e intrusos; entre outros.

Sistemas para evitar incêndios são bem indicados para empresas, principalmente em indústrias com muitos equipamentos e ambientes empresariais com muitos computadores, tomadas e toda uma fiação. Um cuidado prévio é necessário, é claro, como não colocar vários fios numa única tomada, entre outros de bom senso.

Dica 2 – Recepção e portaria

Tanto os funcionários da portaria quanto os da recepção de sua empresa devem ser bem orientados para ter total cuidado e vigilância com as pessoas antes de entrarem no ambiente.

]Qualquer um que chegar com objetivos de prestação de serviços ou encomendas deve preencher um formulário para identificação posterior ou o funcionário da recepção deve comunicar aos superiores para virem receber ou eles receberem mesmo com aviso prévio.

Na portaria, se for possível receber tais encomendas, impressões, marmitas ou qualquer outro serviço esperado pela empresa, pode receber sim a fim de evitar entrada de intrusos no local. Caso for exigida a entrada da pessoa, identifica-la com um crachá fornecido nessa portaria.

Dica 3 – Emergências

Tenha sempre no ambiente da empresa, se possível de fácil alcance, extintores de incêndio, como também outros equipamentos e curativos necessários para pronto-socorro, afinal qualquer hora pode acontecer algo seja por questões físicas do ambiente da empresa quanto pela saúde de alguém no local.

Empresas de grande porte ou em edifícios comerciais devem contar como uma porta para saídas de emergência sinalizadas para casos de incêndio ou outros abalos no edifício como um todo. Caso sua empresa seja pequena, com poucos funcionários, a porta principal pode ser a de emergência, porém deve ser de qualidade e de fácil acesso a todos no local.

Devem estar de fácil alcance telefones e outros contatos de polícia local, bombeiros, hospitais,
 membros da família dos funcionários, entre outros números importantes para ajudar nesses casos emergenciais que nunca sabemos quando vão ocorrer.

A saúde e bem-estar dos seus funcionários não podem risco, portanto cuide bem da estrutura da empresa, da qualidade dos equipamentos, da validade e conservação de alimentos, entre outras questões que evitam a má conduta empresarial. A saúde de um é a saúde todos na empresa.

Dica 4 – Evite guardar dinheiro na empresa

É importante que a empresa tenha um controle de sua renda e evite armazenar dinheiro em gavetas e cofres dentro do ambiente empresarial por inúmeras questões, tais como: pode haver um funcionário que saiba disso e tenha intenções maliciosas em roubar; o dinheiro pode ser usado para outras finalidades e não empresariais; pode haver algum ex-funcionário que saiba e possa querer roubar; o dinheiro não renda em uma gaveta; entre outras.

É claro que deve-se ter uma pequena grana para casos de receber encomendas, pagar motoboys, entre outras questões práticas, apenas não guarde uma parte grande de dinheiro no local, nem mesmo o chefe em sua sala cheia de câmeras precisa fazer isso.

Dica 5 – Final do expediente

Seja de quem for a responsabilidade de trancar a empresa no final do expediente deve ter total atenção e controle de tudo. Fechar janelas, fechar persianas ou cortinas, trancar bem as portas de todos os compartimentos se for preciso, fechar portas e gavetas para maior organização, ativação de alarmes, e tudo mais que precisar.

Após tudo isso ter sido feito, voltar e conferir novamente. Nem é preciso dizer que tal pessoa a ser responsável por essa função deve ser extremamente confiável, não?